13 de março de 2008

Entrevista com Gerson Mól

Há algum tempo tenho essa vontade de colocar entrevistas com pessoas da área do Ensino de Química aqui no site e essa idéia está começando a se concretizar!


Hoje, inauguro essa seção do blog com a entrevista com o prof. Dr. Gerson Mól, que muitos devem conhecer por causa do livro Química & Sociedade, do qual ele é co-autor.


-----------------------------------------------------------------


Entrevista com o prof. Dr. Gerson Mól




Como surgiu a idéia dos módulos de Química & Sociedade?


A idéia surgiu a partir da LDB que propõe uma flexibilização dos currículos. Entendíamos na época que o livro didático engessa muito a organização dos conteúdos. Os módulos foram concebidos considerando que cada professor poderia propor uma seqüência de utilização. Essa idéia persiste, em parte, no livro, na medida em que tentamos manter certa autonomia de conteúdo nas unidades de forma que possam ser trabalhadas em diferentes seqüências.


Como foi a escolha dos temas de cada módulo?

Como somos uma equipe grande (oito professores), essas decisões foram tomadas a partir de sugestões e debates. A idéia sempre foi buscar temas de relevância sócio-ambiental que despertasse o interesse dos alunos e, ao mesmo tempo, permitisse uma boa relação com o conteúdo a ser abordado.


Todos os módulos foram publicados antes da publicação do livro?

Foram publicados os 4 primeiros módulos. O quinto e o sexto chegaram a ser enviados à editora, mas o Programa Nacional do Livro Didático para o Ensino Médio - PNLEM – previa que só poderiam participar coleções de três volumes ou volumes únicos. Por isso, centramos nossos esforços no volume único.


Já que a idéia de módulos temáticos ao invés de livros didáticos tradicionais para o ensino de Química era nova, vocês encontraram algum tipo de resistência?

Na verdade não encontramos resistência, mas uma dificuldade dos professores em perceber que o livro didático pode ter um formato diferente do tradicional. Era comum os módulos serem chamados de revista, devido à semelhança física. Para isso já tínhamos um discurso pronto para explicar que era um livro didático em formato diferente.


Por que os módulos se transformaram em um livro? Que características diferenciadas possuem o livro Química & Sociedade?

Essa foi uma exigência do PNLEM e não queríamos perder a oportunidade de ver nosso trabalho chegar a alunos de toda rede pública de ensino. Além disso, tivemos que atender outra exigências do programa como, por exemplo, eliminar qualquer imagem que pudesse ser entendida como um propaganda de qualquer marca.


Muitos professores do Ensino Médio ainda têm restrições quanto à utilização do material do PEQUIS (módulos e livro). O que você pode dizer a esses professores? Como eles devem utilizar o material?

O novo sempre assusta. É mais cômodo ficar no lugar seguro do que já conhecemos e sabemos onde vamos parar. Mesmo que não gostemos desse resultado. Entretanto, inovar é criar possibilidades e novos resultados. É renovar o ânimo em busca de melhores resultados. Como o professor é sempre o ator principal na condução do processo de ensino-aprendizagem, ele pode dar o tom que melhor lhe convier e inovar aos poucos. Tenho muito clareza que um “péssimo livro” nas mãos de um professor bom pode dar bons resultados. Por outro lado um “excelente livro” nas mãos de um professoe despreparado e desinteressado não vai ajudar muito. Entretanto, a combinação de bons livros e professores preparados e motivados pode revolucionar o ensino. É comum ouvirmos depoimentos de professores dizendo que tinham receio de utilizar o livro, mas que ao iniciarem perceberam o quanto é melhor trabalhar com ele.


Falando um pouco mais sobre você, agora, com o que mais gosta de trabalhar nessa área de Ensino de Química?

Gosto de trabalhar com gente. É muito bom ver o brilho nos olhos dos alunos (mesmo que esses alunos sejam professores). É muito bom encontrar um ex-aluno e ver que ele está seguindo em frente firme. É bom sentir que podemos contribuir para um mundo melhor. Acho que o magistério nos dá essa possibilidade. Temos o poder de mudar e estamos mudando...


Em que tipo de projeto você está engajado no momento?

Estamos trabalhando num projeto para o desenvolvimento de atividades para o ensino de Química a alunos com deficiência visual. A inclusão é uma necessidade imposta a qualquer sociedade que se proponha a ser justa. Estamos preparando todo o “Química & Sociedade” para que esse alunos tenham acesso à nossa querida e fantástica Química.


Obrigada pela entrevista, professor Mól.


-----------------------------------------------------------------


O prof. Dr. Gerson de Souza Mól é Bacharel e Licenciado em Química pela UFV, tem Mestrado em Química pela UFMG e Doutorado em Química pela UNB, no qual trabalhou com um projeto voltado para o uso de analogias no ensino da Química.

5 comentários:

Thaiza Montine disse...

Alcione! Está de parabéns menina!
A Seção ficou ótima, e não podia ter escolhido melhor 'personagem' para estrear!
=]
Uma pena que na escola que trabalho, o livro do Mól não foi enviado...sniff..sniff..
[]'s

Renê disse...

Muito boa idéia! E começou muito bem...Prof. Gerson Mól! Nus...!
Espero que esse espaço permita, ainda que por um instante, desobstruir mentes e quebrar barreiras!
Aproveito para lançar uma provocação! Todos que tecerem seus comentários deverão sugerir o nome de uma pessoa a ser entrevistada! Que tal?
Vou começar!
Sugiro Prof. Otávio Maldaner

Profª Cristiana de Barcellos Passinato disse...

A preocupação com o estudo que eu faço sobre Resíduos Sólidos e toda a temática que abordo nos meus TCC´s e monografias começaram através das análises do Química em Sociedade em várias edições e formatos, e com orgulho vejo essa entrevista, pois faz tempo que me comunico com o Gerson e o acho uma pessoa extraordinária e de uma simplicidade sem vez...
Aliás 2 são os homens da Química e Ciência no Brasil com tal facilidade e interatividade: Gerson Mól e Áttico Chassot que aliás te recomendo entrevistar, posso te passar o contato, pois é outro que pode trazer uma grande contribuíção pro crescimento de teu espaço.
Aproveito e mando um beijão pro Gerson, de quem sinto saudades das trocas e conversas por e-mail, aliás sou grata sempre pelas ajudas e envios dos livros através da editora que publica sua obra e com ela pude fazer muitos trabalhos e análises importantes pra minha vida acadêmica.
Um beijo,
Cris

Alcione Torres disse...

Cristiana

Muito bom seu comentário sobre a entrevista de Mól. Muito legal!
Olha, com relação a Chassot, pode ficar despreocupada. Sou muito amiga dele e com certeza ele me concederá uma entrevista. Mas acho que está viajando, pois lhe enviei um e-mail e não houve resposta. Ele não é disso. Ou então, nem recebeu.
Vou esperar mais um pouco, dar uma investigada no blog dele e tornar a mandar o e-mail se for necessário.
Bjão!

Alcione

Soraia Oliveira disse...

Olá, Alcione:

Seu blog é muito bom e as entrevistas reaizadas com professores Gerson Mol (UNB) e José Luís (UFBA) são valiosas pois são professores que admiro muito. Para outras entrevistas sugiro a professora Adelaíde Viveiros (UFBA).

Related Posts with Thumbnails