20 de janeiro de 2009

Serpente do Faraó

O experimento conhecido como Serpente do Faraó é algo que corre a internet, em vários blogs e fóruns.



Só que é meio perigoso, pois queima-se o tiocianato de mercúrio para obter os tentáculos.

Mas, encontrei no site Ponto Ciência uma outra versão da Serpente do Faraó que pode ser feita na escola, sem problema. Vejam:



Clicando aqui você terá toda a instrução de como realizar este experimento tão interessante e que chama a atenção de todos!

7 comentários:

B' disse...

incrível!

C' disse...

Boooa!! Cocô instantaneo mesmo... Parece que tem um bumbum invisivel soltando um barro, hauiehauie.

Léo disse...

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Apesra de ser legal, rachei o bico!!! ;)

Tolerância Zero disse...

kk ai falar o mesmo que o cara ai em cima.. porra igualzin a coco.... o segundoe ntão parecia bosta queimada! e vc sabe o porque de se chamar serpente do faraó?

Felipe disse...

É engraçado... Eu pelo menos ri, mas como você mesmo disse pode se tornar perigoso! Dá pra fazer tantas coisas com a quimica...

http://cerebro-musical.blogspot.com

Alcione Torres disse...

Não sei porque se chama Serpente do Faraó. Deve ser pela aparência mesmo.

Euzer Lopes disse...

Tem uns experimentos que eu fico intrigado.
Tudo bem que não fiz faculdade de química, nem tenho aplicações mais profundas no meu cotidiano.
Mas no meu tempo de ginásio/colégio, isso nem existia.

Related Posts with Thumbnails